Você está aqui: Princípios para o Investimento Responsável - PRI
Voltar  Aumentar a fonte Reduzir a fonte
PRI - Princípios para o Investimento Responsável

pri logoNa condição de investidores institucionais, temos o dever de priorizar os melhores interesses de longo prazo de nossos beneficiários. Neste papel de fiduciários, acreditamos que temas como meio-ambiente, desenvolvimento social e governança corporativa (ESG) podem afetar o desempenho das carteiras de investimento (variando em níveis por empresas, setores, regiões, classe de ativos e através do tempo). Também reconhecemos que a aplicação de tais princípios podem alinhar melhor os investidores aos maiores objetivos da sociedade. Por conseguinte, somos coerentes com nossas responsabilidades fiduciárias e comprometemo-nos a:

 

 P1 - Incorporar as questões de ESG nas análises de investimento e nos processos de tomada de decisão. Recomendações:
  • Enfatizar as questões de ESG nas políticas de investimentos
  • Apoiar o desenvolvimento de ferramentas, métricas e métodos de análise relacionados aos fatores de ESG
  • Avaliar as capacidades dos gestores de investimentos internos de incorporar os fatores de ESG
  • Avaliar as capacidades dos gestores de investimentos externos de incorporar os fatores de ESG
  • Solicitar aos prestadores de serviço tais como analistas financeiros, consultores, corretores, firmas de pesquisa ou agências de avaliação, que integrem os fatores de ESG em suas pesquisas e análises
  • Incentivar pesquisas acadêmicas ou outras sobre esse tópico
  • Promover o treinamento em ESG para profissionais da área de investimentos
 P2 - Sermos proprietários ativos e incorporar os temas de ESG nas políticas e práticas de detenção de ativos. Recomendações:
  • Desenvolver e divulgar uma política ativa de propriedade em conformidade com os Princípios
  • Exercer direito de voto ou supervisionar a conformidade com a política de voto (em caso de terceirização)
  • Desenvolver a capacidade de comprometimento (por meios diretos ou terceirizados)
  • Participar do desenvolvimento de políticas, regras, estabelecimento de padrões, tais como: a promoção e proteção dos direitos dos acionistas
  • Registrar resoluções dos acionistas consistentes com a visão de longo prazo dos fatores de ESG
  • Atuar com as empresas no engajamento sobre as questões de ESG
  • Participar de iniciativas de compromissos de colaboração
  • Solicitar aos gestores de investimentos que se comprometam e relatem sobre o compromisso relacionado à ESG
 P3 - Buscar a transparência adequada nas empresas em que investimos quanto às questões de ESG. Recomendações:
  • Solicitar relatórios padronizados sobre as questões de ESG (usando ferramentas como o GRI – Global Reporting Initiative)
  • Solicitar que os temas relacionados a ESG sejam integrados aos relatórios financeiros anuais
  • Solicitar informações a Empresas no que se refere à adoção ou aderência às normas relevantes, padrões, códigos de conduta ou iniciativas internacionais (tais como o Pacto Global das Nações Unidas)
  • Apoiar as iniciativas e resoluções dos acionistas que promovem a divulgação de ESG
 P4 - Promover a aceitação e implementação dos Princípios no conjunto de investidores institucionais. Recomendações:
  • Incluir requisitos relacionados aos Princípios nas solicitações de propostas (RFPs – Requests for Proposals)
  • Alinhar mandatos de investimentos, procedimentos de monitoramento, indicadores de desempenhoe estruturas de remuneração de forma adequada (por exemplo, garantir que processos de gestão de investimentos reflitam horizontes de longo prazo, quando for o caso)
  • Comunicar as expectativas com relação aos fatores de ESG para os prestadores de serviço de investimentos
  • Rever as relações com prestadores de serviços que não atendam às expectativas dos fatores de ESG
  • Apoiar o desenvolvimento de ferramentas para a avaliação da integração à ESG
  • Apoiar o desenvolvimento de regulações ou de políticas que permitam a implementação dos Princípios
 P5 - Trabalhar juntos para reforçar nossa eficiência na implementação dos Princípios. Recomendações:
  • Apoiar/participar de redes de relacionamento e informação para compartilhar ferramentas e recursos e fazer uso de relatórios de investidores como fonte de aprendizagem
  • Endereçar coletivamente assuntos emergentes relevantes
  • Desenvolver ou apoiar iniciativas de colaboração consideradas adequadas
 P6 - Divulgar nossas atividades e progressos em relação à implementação dos Princípios. Recomendações:
  • Divulgar como os fatores de ESG estão integrados com as práticas de investimento
  • Divulgar atividades de acompanhamento das empresas (votação, engajamento, e/ou políticas de diálogo)
  • Divulgar o que é solicitado aos prestadores de serviços em relação aos Princípios
  • Comunicar aos beneficiários sobre as questões de ESG e os Princípios
  • Relatar sobre o progresso e/ou realizações relacionadas aos Princípios usando uma abordagem "Comply or Explain¹ ";
  • Buscar determinar o impacto dos Princípios
  • Fazer uso dos relatórios para estimular a consciência de um grupo mais amplo de atores-parte interessados

 

Centrus firma compromisso com a ONU para investir com responsabilidade social

Junto com outros 13 fundos de pensão brasileiros, Fundação reafirma opção pela transparência e respeito ao meio ambiente.

Leia mais...

Ações da Centrus com relação ao PRI

Combinar segurança e rentabilidade com respeito ao meio ambiente, responsabilidade social e boa governança corporativa são princípios que norteiam as estratégias de investimento da Centrus.

É notório que empresas com essas preocupações ao desenvolverem seus negócios geram mais valor para seus acionistas e colaboradores ao longo do tempo e, portanto, são consideradas aplicações mais seguras.


Nesse contexto, a Centrus, no intento de evidenciar esses aspectos na tomada de decisão e projetar seu crescimento em observância às leis de preservação ambiental e responsabilidade social, aderiu, em 19.12.2006, aos Princípios para o Investimento Responsável - PRI, uma iniciativa das Nações Unidas - ONU.


Empenhada nesse princípio, a Fundação reviu sua estratégia de investimentos, mobilizando maiores recursos nas participações em empresas que demonstrem ter em mente esses temas. Tal iniciativa motivou a realocação de parte dos seus investimentos e desde então, verifica-se o aumento da participação da Centrus em ativos que compõem índices que retratam essas políticas.

Acompanhe a evolução da Fundação na aplicação dos princípios (Janeiro/2017)

Leia mais...

Mensagem de Kofi A. Annan


pri KofiAAnnan

"No começo de 2005, convidei um grupo de líderes da comunidade internacional de investimentos para desenvolver um conjunto de princípios globais de melhores práticas em investimento responsável."

 Leia mais...


Mensagem de Ban Ki-Moon

pri banKi-moon

 "Até recentemente, o papel dos mercados financeiros, no que diz respeito ao desenvolvimento sustentável, era pouco compreendido e amplamente desconsiderado."

 Leia mais...

 

Lista de Signatários

No Brasil (Janeiro/2017).

Leia mais...


Perguntas Frequentes (FAQ)

Leia mais...


Índice de Sustentabilidade Empresarial

img ise logo



Leia mais...

 

 

¹ A abordagem Comply or Explain requer que os signatários relatem como os Princípios estão sendo implementados ou forneçam uma explicação quando não estiverem de acordo

Os Princípios para o Investimento Responsável foram desenvolvidos por um grupo internacional de investidores institucionais refletindo a crescente importância das questões ambientais, sociais e de governança corporativa para as práticas de investimento. Este processo foi conduzido pelo Secretário Geral das Nações Unidas.

Ao aderir aos Princípios, nós, na condição de investidores, comprometemo-nos publicamente a adotá-los e implementá-los, onde forem consistentes com nossas responsabilidades fiduciárias. Também nos comprometemos a avaliar sua eficiência e aperfeiçoar seu conteúdo ao longo do tempo. Acreditamos que isto melhorará nossa capacidade de cumprir nossos compromissos com os beneficiários, bem como melhor alinhar nossas atividades de investimento com os mais amplos interesses da sociedade.

Encorajamos outros investidores a adotar os Princípios.


ISE - Estudos Acadêmicos
Pesquisa mostra que ISE/Bovespa gera credibilidade para empresas. Leia mais...
Rentabilidade dos Índices de Sustentabilidade Empresarial em Bolsas de Valores: Um Estudo do Ise/Bovespa. Leia mais..
Reflexos do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) na imagem das empresas. Leia mais...

Links Relacionados
                                
                                     
- ONU - CEPAL - IBGC
- UnPRI - FAO - Inst. ETHOS
GRI - PNUD

Atualizado em 6/2/2017

 
Topo da página
 

Fundação Banco Central de Previdência Privada

SCN - Quadra 2 - Bloco A - Ed. Corporate Financial Center - 8º andar - CEP 70712-900 - Brasília - DF ouvidoria@centrus.org.br - 0800 704 0494